Como Fazer Remarketing Dinâmico e Catálogos em Facebook/Instagram Ads


Criar uma campanha de remarketing dinâmico permite aos visitantes do site lembrarem sobre os produtos que visitaram na loja online.

Quando as pessoas são impactadas com anúncios dinâmicos, as pessoas vêem automaticamente os produtos ou produtos semelhantes ao que viram anteriormente.

É “chato” contudo converte. Exemplo dos últimos 7 dias com apenas 20 euros investidos.

Disclaimer: O Remarketing Dinâmico não é salvação se não houver interesse real nos produtos. Por vezes, o problema é o produto invés dos anúncios.

Requisitos para Remarketing no Facebook e Instagram Ads no Gestor de Anúncios.

  • Eventos do pixel configurados
  • Catálogo dos produtos integrado com o site

Exemplo na CMS – WordPress/Woocommerce

Instalar o Plug-In Facebook for Woocommerce e colocar os dados do Pixel e uma cruz na opção Product Sync

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é sync.png

Clicar em Manage Catalog, preencher todos os campos, importar o catalogo e de seguida copiar este link.

Copiar o Link na zona de Catalogo no Gestor de Anúncios, em Data Sources para uma sincronização automática com a loja online.

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é link-feed-scheduale.png

Após a sincronização. Retirar a cruz no pixel porque o Facebook for WooComerce apresenta um bug no evento Compra.

Para resolver a situação. Instalar o Plug-In Pixelyoursite e colocar o respetivo ID.

Criar uma Campanha de Remarketing

Escolher o objetivo de vendas no catalogo.

Escolher a opção Retarget Ads e escolher uma das opções pretendidas + o intervalo de dias

Super Dica:

Tenham em atenção os Placements dos anúncios! Para conversão, por norma, FB/IG feed e IG Story são os locais que funcionam melhor.

A nível de redação da descrição do anúncio tem que se ter conta fatores que eliminam possíveis dúvidas.

  • Dias de entrega
  • Métodos de pagamento
  • Reviews – Classificação em estrelas no Site/Facebook
  • Ou um incentivo de compra (cupão).
  • E outros aspetos relevantes consoante a área

Como Criar anúncios em Catalogo

Os Catálogos são experiências instantâneas exclusivas para Mobile e que encaminham para o site após o clique nos produtos ou botões.

Há dois tipos de Catálogos: Dinâmicos e Manuais/Personalizados.

Os catálogos dinâmicos são a forma mais barata de gerar tráfego para o site e podem ser incluídos na estratégia de funil de marketing.

Para criar um Dinâmico conforme os dados do algoritmo é necessário criar um anúncio de Vendas de Catálogo.

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é catalogue-sales.png

Na zona dos anúncios escolher Coleção

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é colec3a7ao.png

E criar um novo template

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é use-template.png

Se ligarem a opção de agrupamento automático. O catálogo divide-se por secções de produtos mais vistos, produtos semelhantes, produtos mais populares e produtos sugeridos. Nota: Os textos de origem podem ser alterados.

Super Dica:

É possível criar um catálogo dinâmico apenas com os produtos pretendidos! Exemplo: Nova Coleção ou Promoções.

Para tal, devem criar um novo product set ao criar o conjunto de anúncios e inserirem a respetiva categoria.

Como criar Catálogos que Convertem para o Público-Alvo

Os catálogos dinâmicos estão limitados com a informação proveniente do Website. Um catálogo manual permite personalizar descrições além da ordem dos produtos e criar uma verdadeira experiência para o utilizador.

Os Catálogos Manuais estão presentes nos objetivos de Tráfego e Conversão. (Podem ser criados outros tipos de catálogos neste objetivo).

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é conversao-catalogo.png

Escolher Coleção e o Template a utilizar

Exemplo com Storefront

E de seguida personalizam o Catálogo. Se manual, não recomendo a colocação do preço mas sim uma breve descrição para o potencial consumidor ficar mais informado.

5 dicas para melhorar a performance dos Facebook Ads

Em Facebook Ads há um provérbio que marca cada campanha – “Na otimização está o ganho”.

1 – Locais de Publicação

Os anúncios da rede Facebook podem ser apresentados em aproximadamente 20 locais de publicação. Os locais devem ser escolhidos estrategicamente para atingir o objetivo definido.

A escolha estratégica dos locais de publicação permite uma maior otimização do budget. Quanto maior o número de pessoas a interagirem com o anúncio menor é o seu custo.

O valor do anúncio aumenta quando é distribuído na coluna direita do FB e em outros locais menos propensos ao clique.

Nota: Um budget diário reduzido aumenta a probabilidade de os anúncios serem distribuídos em locais de menor visibilidade (se estiverem ligados).

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

2 – Utilização de hiperligações no texto da descrição do Facebook

Os anúncios de tráfego, conversão ou remarketing podem ser clicados através do botão “call to action” ou através de uma hiperligação no texto da descrição.

A utilização de ambos permite uma maior obtenção de cliques, sobretudo se o link estiver visível e colocado antes do “ver mais”.

Vantagens em colocar uma hiperligação na descrição

  1. Capta mais atenção: a hiperligação tem uma cor que difere do texto
  2. Não obriga ao scroll para realizar o clique em imagens ou vídeos em formato quadrado.
  3. Um link está mais implícito e visível para o clique para a generalidade das pessoas

Nota: No gestor de anúncios é possível editar o texto para cada local de publicação. Isto permite retirar o link em Instagram e dar um maior foco a informações úteis como portes grátis ou entregas.

3 – Budget diário e repartido por igual para cada anúncio de um conjunto

Este padrão investe todo o orçamento diário de uma forma consistente e facilita o controlo dos orçamentos e o planeamento financeiro antecipado.

Se no conjunto de anúncios forem colocados variações dos anúncios para testes A/B, os orçamentos diários são a melhor escolha porque facilita a alteração do budget.

Os testes A/B devem competir com o mesmo budget para cada anúncio. Deixar a distribuição ao cargo do Facebook não fornece um teste real! Ou seja, o anúncio A pode ter um alcance de 40000, o anúncio B atingir um alcance de 1000 e o anúncio C alcançar 3000 pessoas. A amostragem não permite uma análise equitativa para uma maior otimização dos anúncios.

Quando os anúncios competem com o mesmo orçamento diário há uma avaliação imparcial e permite alocar o budget para os anúncios com melhor performance.

4 – Garantias de segurança para eliminar as dúvidas

A compra online é um ato de confiança! A colocação de bulletpoints com informação útil permite esclarecer eventuais dúvidas e aumenta a confiança do consumidor.

Exemplo de bulletpoints:

🚛 Entregas em 24h/48h | ✅ Portes Grátis acima dos 50€ | ✅ Garantia de 2 anos

Nota: Em tempos de Covid-19 é importante assegurar a segurança da entrega

5 – E-Commerce: da resposta nas redes sociais à venda

É normal existirem perguntas em relação ao preço e comentar que “está na imagem” ou “está no site” não ajuda em nada o potencial cliente. A arte de responder envolve dar a resposta pretendida e ir mais além com informação útil para o processo de compra.

Modelo de resposta

Olá Nome de pessoa, o produto x tem o valor de x euros. Os portes são gratuitos em compras superiores y euros e as entregas são realizadas em Z/h úteis. Se tiver mais alguma questão ou pretender uma sugestão estamos ao dispor 🙂

Solucionar o problema

Segundos dados do INE apenas 37% dos portugueses realizaram compras online. A primeira compra online pode ser complexa para certas pessoas ao terem receio de fazerem “algo mal”.

A solução:   Propor ajudar e perguntar pelo método de pagamento de preferência. No caso de Multibanco: pedir os dados (nome, morada, telefone) e criar uma conta, realizar o pedido de compra e enviar a referência multibanco por mensagem privada.

P.S: O Gestor de Anúncios do Facebook é um funil de vendas que pode ser trabalhado de diferente formas com os diferentes objetivos (alcance, interação, tráfego, conversão). Neste último existem momentos a ser trabalhados e dados a recolher do pixel no site (Page View, Add to Cart, Iniciar Pagamento e Compra). O Pixel sem dados relevantes não redirecciona os anúncios para os objetivos escolhidos sem haver massa critica. Portanto sem um volume de compras considerável ou pagamentos iniciados nas últimas duas semanas não existe uma optimização do pixel. E isto é apenas a ponta do icebergue, existem diversos tipos mais de combinações de anúncios (lookalikes + personalizados, listas de e-mail, remarketing dinâmico ou manual, etc). Mais segmentações A/B, entre outros aspetos!