Como Fazer Remarketing Dinâmico e Catálogos em Facebook/Instagram Ads


Criar uma campanha de remarketing dinâmico permite aos visitantes do site lembrarem sobre os produtos que visitaram na loja online.

Quando as pessoas são impactadas com anúncios dinâmicos, as pessoas vêem automaticamente os produtos ou produtos semelhantes ao que viram anteriormente.

É “chato” contudo converte. Exemplo dos últimos 7 dias com apenas 20 euros investidos.

Disclaimer: O Remarketing Dinâmico não é salvação se não houver interesse real nos produtos. Por vezes, o problema é o produto invés dos anúncios.

Requisitos para Remarketing no Facebook e Instagram Ads no Gestor de Anúncios.

  • Eventos do pixel configurados
  • Catálogo dos produtos integrado com o site

Exemplo na CMS – WordPress/Woocommerce

Instalar o Plug-In Facebook for Woocommerce e colocar os dados do Pixel e uma cruz na opção Product Sync

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é sync.png

Clicar em Manage Catalog, preencher todos os campos, importar o catalogo e de seguida copiar este link.

Copiar o Link na zona de Catalogo no Gestor de Anúncios, em Data Sources para uma sincronização automática com a loja online.

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é link-feed-scheduale.png

Após a sincronização. Retirar a cruz no pixel porque o Facebook for WooComerce apresenta um bug no evento Compra.

Para resolver a situação. Instalar o Plug-In Pixelyoursite e colocar o respetivo ID.

Criar uma Campanha de Remarketing

Escolher o objetivo de vendas no catalogo.

Escolher a opção Retarget Ads e escolher uma das opções pretendidas + o intervalo de dias

Super Dica:

Tenham em atenção os Placements dos anúncios! Para conversão, por norma, FB/IG feed e IG Story são os locais que funcionam melhor.

A nível de redação da descrição do anúncio tem que se ter conta fatores que eliminam possíveis dúvidas.

  • Dias de entrega
  • Métodos de pagamento
  • Reviews – Classificação em estrelas no Site/Facebook
  • Ou um incentivo de compra (cupão).
  • E outros aspetos relevantes consoante a área

Como Criar anúncios em Catalogo

Os Catálogos são experiências instantâneas exclusivas para Mobile e que encaminham para o site após o clique nos produtos ou botões.

Há dois tipos de Catálogos: Dinâmicos e Manuais/Personalizados.

Os catálogos dinâmicos são a forma mais barata de gerar tráfego para o site e podem ser incluídos na estratégia de funil de marketing.

Para criar um Dinâmico conforme os dados do algoritmo é necessário criar um anúncio de Vendas de Catálogo.

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é catalogue-sales.png

Na zona dos anúncios escolher Coleção

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é colec3a7ao.png

E criar um novo template

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é use-template.png

Se ligarem a opção de agrupamento automático. O catálogo divide-se por secções de produtos mais vistos, produtos semelhantes, produtos mais populares e produtos sugeridos. Nota: Os textos de origem podem ser alterados.

Super Dica:

É possível criar um catálogo dinâmico apenas com os produtos pretendidos! Exemplo: Nova Coleção ou Promoções.

Para tal, devem criar um novo product set ao criar o conjunto de anúncios e inserirem a respetiva categoria.

Como criar Catálogos que Convertem para o Público-Alvo

Os catálogos dinâmicos estão limitados com a informação proveniente do Website. Um catálogo manual permite personalizar descrições além da ordem dos produtos e criar uma verdadeira experiência para o utilizador.

Os Catálogos Manuais estão presentes nos objetivos de Tráfego e Conversão. (Podem ser criados outros tipos de catálogos neste objetivo).

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é conversao-catalogo.png

Escolher Coleção e o Template a utilizar

Exemplo com Storefront

E de seguida personalizam o Catálogo. Se manual, não recomendo a colocação do preço mas sim uma breve descrição para o potencial consumidor ficar mais informado.

Como fazer Passatempos nas Redes Sociais Que Captam E-Mails

Os Giveaways geram imensos comentários e gostos orgânicos mas não permitem trabalhar uma estratégia de funil integrada com E-Mail marketing.

Como Fazer passatempos e recolher E-Mails

Woobox ou o Wishpond são ferramentas fáceis de criação de concursos ou landing pages(não requer conhecimentos em programação). A grande vantagem é a possibilidade de integração com o Facebook Pixel e Google Analytics. Por outro lado, as plataformas permitem integrar o passatempo diretamente numa Tab da página Facebook (Desktop). Em mobile, como não existe a funcionalidade Tab, os participantes são enviados para uma Landing Page.

Tipos de Passatempos

Sweepstakes – Sorteio Giveaway

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Vantagens:

✅ O sorteio aumenta rapidamente uma lista de e-mails de potenciais clientes (um público mais frio ou quente dependendo da segmentação do anúncio no Facebook Ads). Em média, foi demonstrado que os sorteios convertem duas vezes mais do que uma landing page tradicional.

✅ Aumentar seguidores e engagement ao incentivar o gosto e a partilha diretamente da plataforma

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Impulsionar as vendas:

✅Os sorteios são uma forma de incentivar a primeira compra com e-mails de promoções e ofertas especiais pós-concurso.

✅Remarketing nas redes sociais aquando utilização do pixel.

Passatempo de entrada Bónus

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

As ações definidas com bónus aumentam a pontuação do participante, através de gostos de “follow” nas páginas ou participações através do link.

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Se pretendem algo mais avançado é possível atribuir pontos por visitar x página do site, ler um e-mail, clique num link do e-mail, etc.

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Passatempo de Referral

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Os passatempos de referral funcionam na base da partilha.

✅ Permite que os participantes desbloquem prémios específicos ao indicar uma quantidade de referências. Exemplo: 25 participações através do Link partilhado = Oferta de cupão

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Outros passatempos: Concurso de foto, vídeo, hashtag e tabela classificativa.

Alerta RGPD: Não esqueçam de informar ao participante sobre a utilização de dados e se aceita

Isto dos passatempos funciona?

Exemplo realizado em 2018. Não consigo precisar o Budget em ads, contudo foi muito Reduzido. O cliente obteve mais de 900 E-Mails. Os ads tiveram de ser pausados porque o plano Woobox escolhido pela empresa apenas permitia 1000 E-Mails.

Nota: É possível fazer um upgrade do plano a qualquer momento.

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

[E-Commerce] 26 coisas a rever antes de lançar uma Loja Online

Antes de um site E-Commerce estar pronto para ser lançado é necessário verificar e testar vários pontos para uma melhor experiência do cliente.

(1) Checklist de lançamento site E-Commerce: Velocidade

Segundo um estudo da Retail Systems Research, cada segundo de latência no site resulta numa perda de conversão de 7%. Por esse prisma, 13 segundos de carregamento significa no mínimo em uma perda de conversão de 91%.

Como analisar a velocidade

PC: o site PageSpeed Insights realiza uma auditoria ao Website e apresenta a velocidade e os itens aprovados e os aspetos a melhorar.

Mobile: o Test My Site da Google gera um relatório completo com um overview geral da velocidade do site, benchmark com a concorrência, avaliação do impacto no negócio e as respetivas otimizações.

Um problema comum: carregamento completo de uma página em vez de um loading progressivo dos elementos (ao descer a página com o scroll). Ou seja, ao o utilizador entrar no site vê os primeiros campos sem esperar pelo carregamento total da página.

(2) Checklist de lançamento site E-Commerce: Geral

  • Verificar a ortografia e traduções das línguas estrangeiras ou dos textos standard do CMS utilizado
  • Criação e divulgação de um e-mail de suporte ( info@empresa.pt)
  • Colocação da descrição Meta (O texto de descrição ao pesquisar no Google)
  • Otimização de imagens! Imagens pesadas diminuem a velocidade do site. Sites como o TinyPng permitem uma redução do tamanho.
  • Verificar se o site de produção (onde os programadores desenvolvem o site antes de ser lançado) não se encontra nas pesquisas Google. Este problema pode acontecer por desleixo e os clientes/potenciais clientes ao pesquisar pela marca não iriam clicar no site oficial. Para impedir que uma página apareça na pesquisa Google é preciso incluir uma metatag noindex no código HTML da página ou a colocação de um cabeçalho ‘noindex’ na solicitação HTTP.
  • Páginas de FAQ, Envio, Trocas e Devoluções, Política de Reembolso, Termos e Condições e RGPD
  • Configuração Facebook Shop e Instagram Shopping nas Redes Sociais com sincronização direta com o site
  • Testar os menus e drops dos sub-menus
  • Ver cada página em Mobile e Desktop e corrigir os respetivos erros. Testar o site em vários tipos de dimensão de ecrã

(3) Checklist de lançamento site E-Commerce: Produtos

  • Configuração das definições de IVA/VAT + ter a taxa correta para os países onde serão feitas as entregas
  • Stock correto em cada produto ou uma sincronização perfeita entre o sistema de faturação/inventário de stocks online e offline, caso a loja venda fisicamente
  • Colocação do peso correto dos produtos (dado importante porque interfere com as encomendas da transportadora)
  • Otimizar o nome, alt tags e descrição das imagens para efeitos de SEO
  • Verificar o tamanho visual de cada imagem para não correr o risco de ter produtos muito grandes ou muito pequenos
  • Otimizar a informação Meta do produto

(4) Checklist de lançamento site E-Commerce: Pagamento e Checkout

  • Testar a compra com ou sem registo, de modo a verificar que não há bugs em desktop e mobile
  • Testar todos os meios de pagamentos ou integrações seguras e automáticas de pagamento (EuPago, EasyPay, etc) em desktop e mobile

Super Dica: como evitar a não geração de códigos MB WAY

❌ Problema durante o loading no checkout: os utilizadores tentam forçar o avanço ao clicarem novamente no botão para finalizar a encomenda. Ao acontecer tal, a interface de pagamento (euPago ou similares) entra em conflito e não gera o código.

✅ Como resolver: criação de um “loading” que impede o clique com um icon giratório e uma frase que indica o processo (“Estamos a preparar a sua encomenda”).

checkout

  • Customizar a página de checkout para uma experiência User-Friendly. Entre vários aspetos, aumentar o tamanho dos números ao inserir o número de cartão de crédito em Mobile
  • Confirmar se os dados pedidos estão a ser recolhidos após o checkout
  • Customizar e definir periodicidade dos E-mails para os carrinhos abandonados

(5) Checklist de lançamento site E-Commerce: Shipping

  • Parceria com transportadoras e respetiva colocação do seu Plug-In para uma automatização do processo de encomendas
  • Etiquetas de envio de embalagem sobretudo nas encomendas para países com taxas alfandegárias
  • Verificar se o E-Mail escolhido recebe a notificação de encomenda

(6) Checklist de lançamento site E-Commerce: Google Analytics

Um E-Commerce sem Google Analytics é um negócio sem um rumo definido. A ferramenta permite um entendimento mais profundo dos clientes. O Google Analytics fornece as ferramentas gratuitas necessárias para analisar dados do site e do comportamentos dos seus utilizadores num só lugar.